Online

Oitenta motocicletas vão a leilão em Londrina

08/11/2012 | 00:02 Bruna Komarchesqui

Oitenta motocicletas apreendidas em Londrina durante operações da Polícia de Trânsito e não resgatadas por seus donos, serão leiloadas pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) a partir das 8 horas da manhã de hoje. Além dos veículos da cidade, também serão leiloadas motos de outros 26 municípios da região, todas em condição de voltar a circular. O lote de Londrina é composto por motos que vão do ano 2002 até o ano 2011, com lances iniciais variando de R$ 850 a R$ 3 mil.

De acordo com o chefe regional do Detran, Márcio Sandoval Junior, diariamente, a Polícia Militar apreende motos por infrações como viseira levantada, falta de capacete ou por débitos de licenciamento ou de impostos. A partir daí, os veículos são encaminhados ao pátio da Ciretran e os proprietários têm 90 dias para regularizar a situação. “Às vezes, a dívida fica mais cara que o valor da moto, muitas são financiadas, e a pessoa acaba não voltando para buscar. São essas que vão a leilão.”

Sandoval explica que o leilão não exime o antigo proprietário dos débitos. “O veículo leiloado é isento de ônus, mas os débitos serão cobrados do antigo dono.”
Os leilões do Detran são realizados de 3 a 4 vezes ao ano. Apesar das motocicletas leiloadas terem sido apreendidas rodando, não há garantia de funcionamento. “Por isso, abrimos o pátio à visitação dias antes. Lá na hora, a pessoa vai apenas ver a foto no telão”, ressalta Márcio Sandoval Junior.

O contador Juliano César visitou o pátio da Ciretran na última terça-feira, para conferir o estado das motos. Disposto a gastar até R$ 6 mil, apesar de nunca ter comprado em leilão, ele acredita que o negócio vale a pena. “Vi o edital pela internet e já fiz uma lista. Se as motos estiverem em boas condições, compensa. Mas preciso ver o estado.”

O corretor de seguros Sidnei Skiba viu a chamada do leilão pela televisão e também foi dar uma olhada nas motos. Depois de uma volta pelo pátio da Ciretran, Skiba se interessou por uma moto com valor de mercado de cerca de R$ 4,5 mil. “Dá para pagar uns R$ 3 ou 3,5 mil. Tem que levar em consideração que vai gastar mais uns R$ 300, trocar bateria, porque faz tempo que está aqui parada.”

Serviço
O leilão será realizado a partir das 8 horas de hoje, no Sest/Senat, que fica na Rua Santa Terezinha, 1.377. Interessados devem comparecer CPF ou CNPJ, documento de identidade e comprovante de endereço.

Leia também
Últimas Notícias rss
00:18ao vivoRoda de choro na Adega do Porto
00:18ao vivoHoje tem noite da bossa nova na C...
00:06frase"Tenho vergonha de como uma obra de...
00:05Filo Hamlet inspira montagem espanhola q...
00:05cinemaAl Pacino é aclamado em Veneza
00:04cartasSemana da Pátria: cadê aquela deco...
00:04apartePequenos destilam ironias no horár...
00:03bom diaAdministração corre risco de repe...
00:03SAÚDEHemocentro quer atender 100% dos le...
00:02agendaHallel Londrina promove show com M...