Acesso ao sistema

Esqueceu sua senha? Clique aqui

Ainda não é cadastrado?

Após cadastrado, o CPF não pode ser alterado.
Digite uma nova senha:

Vida Universitária - Pesquisa & Tecnologia |

Iniciativa

Alunos criam tour virtual em universidade

Até o fim do ano, projeto será levado a mídias digitais para facilitar a vida de estudantes, vestibulandos e visitantes da Universidade Positivo

  • Anna Simas
  • 07/05/2012 01:27

Imagine andar pela universidade, descobrir onde fica cada setor, cantina, sala de aula e biblioteca sem sair de casa, usando apenas um computador, celular ou tablet. Em pouco tempo, isso será possível para os alunos da Universidade Positivo (UP) e para todos que quiserem visitar o local. Um projeto desenvolvido pelos alunos de pós-graduação em Desenvolvimento de Jogos Digitais recriou em plataforma 3D o campus da instituição.

  • 1 de 1

    Detalhe do tour virtual nas dependências da Universidade Positivo, em Curitiba (Crédito: Reprodução)

    Detalhe do tour virtual nas dependências da Universidade Positivo, em Curitiba (Crédito: Reprodução)

“Funciona como um jogo. A pessoa pode andar por tudo, ir e voltar o quanto quiser, usando apenas o teclado ou o mouse. É um tour virtual”, explica Fernando Salmon, um dos alunos responsáveis pelo projeto. Ele ainda não está disponível como aplicativo, mas a ideia é que fique pronto até o final do ano para que, além dos acadêmicos, vestibulandos também possam localizar virtualmente os locais de prova da UP, assim como outros visitantes que queiram, por exemplo, saber onde podem estacionar o carro. O que falta agora são alguns ajustes para conciliar o aplicativo com o serviço de segurança da universidade para impedir que alguém mal-intencionado tenha acesso a todo o câmpus.

Ideia

O projeto surgiu a partir da necessidade de desenvolver um trabalho em 3D para uma das disciplinas do curso. Os alunos montaram um grupo de sete pessoas com a ideia inicial de fazer um jogo de corrida e, para isso, fotografaram algumas curvas e rampas da universidade. Depois o trabalho cresceu. Tiveram de fotografar cada parte do câmpus e resolveram torná-lo um espaço virtual, usando um software que transforma as imagens digitalizadas em três dimensões. “Só temos notícia de uma instituição que fez isso em Minas Gerais. Também soube de uma nos Estados Unidos, mas procurei o projeto e não achei”, comenta Salmon.

Você conhece outras pesquisas interessantes desenvolvidas na sua universidade? Mande a sua sugestão para nós! Abaixo ou no universidade@gazetadopovo.com.br

Abrir comentários