Acesso ao sistema

Esqueceu sua senha? Clique aqui

Ainda não é cadastrado?

Após cadastrado, o CPF não pode ser alterado.
Digite uma nova senha:

Esportes |

SÉRIE D

LEC joga para abrir vantagem

O último treino do Tubarão aberto à imprensa foi marcado por treinamento de jogadas ensaiadas, faltas e cobranças de pênaltis. Jogo contra o Juventude será às 16h, no Estádio do Café

Fábio Calsavara
  • Fábio Calsavara
  • 01/09/2013

Envolto em mistérios, o Londrina entra em campo às 16 horas deste domingo para enfrentar o Juventude pela primeira partida do mata-mata das oitavas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro. O técnico Cláudio Tencati evitou falar sobre a escalação do time que vai jogar no Estádio do Café, mas a tendência é que se repita a mesma equipe que jogou contra a Platinense, na folga do Tubarão no final de semana.

No final do treino de sexta-feira os jogadores treinaram bola parada, principalmente cobranças de falta e pênalti. Sem entrar em detalhes, Tencati deu a entender que a preocupação maior da zaga é com o atacante Zulu. Com mais de 1,90m de altura, ele é o responsável pelas bolas aéreas do ataque gaúcho. “Quando eles não conseguem furar a defesa, partem para a bola alçada na área. Temos que ter muita atenção com essas jogadas”, comentou o treinador.

O centroavante Claudir, novo reforço do clube, treinou entre os reservas, mas não é certo que fique no banco como opção no jogo contra o Juventude. Sem novidades, a lateral esquerda deve mesmo ficar com Augusto Ramos; enquanto na direita a vaga deve ser de Sílvio. No meio, Nico Diaz entra no lugar de Celsinho como armador, com Serginho Paulista como volante.

As duas semanas sem jogos oficiais serviram para que a equipe buscasse um bom entrosamento dentro de campo. Outro ponto trabalhado por Tencati foi o treinamento baseado nas informações colhidas a respeito do adversário. Segundo o capitão Germano, o Juventude foi bem estudado neste período. O foco, de acordo com o volante, é a vitória sobre os gaúchos. “Procuramos trabalhar em cima disso, com informações a respeito do clube tanto individual como coletivamente.Mas o momento agora não é de pensar no Juventude. Temos que pensar em quais são as nossas vantagens, em jogar em casa, perante a nossa torcida , quais são nossos objetivos”, destacou.

A expectativa, tanto dos jogadores quanto do treinador, é de que o Juventude não ataque o Londrina nos primeiros momentos. Com um bom histórico no Alfredo Jaconi, o alviverde tem um desempenho fraco quando joga fora de casa. “Eles não vão se largar de qualquer jeito. Acredito que podem, em um primeiro momento, pressionar a saída de bola. Mas quando nós conseguirmos encaixar o toque de bola eles certamente vão recuar. São 180 minutos de jogo. Um placar acima de dois gols para nós aqui certamente será um prejuízo muito grande para eles”, comentou Tencati.

Perguntado sobre qual seria o placar necessário para que o Londrina possa viajar tranquilo para Caxias do Sul na semana que vem, o zagueiro Dirceu foi enfático. “Pode ser 3 a 0 aqui que lá o jogo vai ser complicado. A gente tem que fazer nossa vantagem aqui sim, mas tranquilo mesmo nós só vamos ficar quando o juiz apitar o fim da partida da semana que vem e o Londrina estiver classificado para a próxima fase”, disse.

Serviço

Londrina e Juventude. Horário: 16 horas. Local: Estádio do Café. Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES)

Ficha técnica

Londrina

Danilo; Sílvio, Dirceu, Montoya e Augusto Ramos; Diogo Roque, Serginho Paulista, Germano e Nico Diaz; Lucas e Alexandre Oliveira. Técnico: Cláudio Tencati

Juventude

Fernando; Murilo, Rafael Pereira, Diogo e Julinho; Vacaria, Jardel, Itaqui e Diogo Oliveira; Bergson e Zulu. Técnico: Lisca.

Abrir comentários