Cidades

Gilberto Abelha / Arquivo Jornal de Londrina

Gilberto Abelha / Arquivo Jornal de Londrina / Segundo a promotoria, o ato de desagravo organizado pelo PDT possuiu Segundo a promotoria, o ato de desagravo organizado pelo PDT possuiu "evidente natureza de propaganda antecipada irregular, na forma de comício e colocação de bandeira do partido"

Promotoria quer multar Barbosa e PDT em até R$ 25 mil por comício na praça

O juiz eleitoral Paulo César Roldão deu 48 horas para que o prefeito e o PDT se expliquem oficialmente antes de decidir a aplicação dos valores

24/05/2012 | 19:24 Marcelo Frazão

A Promotoria Eleitoral denunciou Barbosa Neto e o PDT, partido que agora o próprio prefeito preside, por propaganda eleitoral antecipada durante o ato de desagravo na Praça Rocha Pombo na última segunda-feira (21) em Londrina. A Promotoria pediu que a Justiça aplique duas multas entre R$ 5 mil e R$ 25 mil. O juiz eleitoral Paulo César Roldão deu 48 horas para que o prefeito e o PDT se expliquem oficialmente antes de decidir a aplicação dos valores.

Na representação encaminhada ao juiz, a promotora Maísa Aparecida de Araújo afirma que o evento – convocado como uma resposta pública do PDT de Barbosa contra as denúncias de corrupção na Prefeitura de Londrina – “possuiu evidente natureza de propaganda antecipada irregular, na forma de comício e colocação de bandeira do partido”. Segundo a promotora, uma clara “infração à legislação eleitoral” provocada durante “inegável comício visando promover a candidatura do prefeito Barbosa Neto”.

Para a promotoria, Barbosa está diretamente implicado na organização do ato para propaganda eleitoral fora de época – a data oficial de campanha é a partir de 6 de junho - porque “além de ser o presidente do partido, discursou e presenciou falas proferidas por seus correligionários”. Durante o evento, o presidente do PDT Nacional, Carlos Lupi, e partidários atacaram a imprensa, adversários políticos e o Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), responsável pelas investigações que levaram os principais assessores de Barbosa para a cadeia.

A reportagem ligou no celular do prefeito, mas ele deixou o aparelho no gabinete na Prefeitura para ir a um evento externo. A assessoria de comunicação do prefeito nada respondeu após pedido de retorno.

Leia também
Últimas Notícias rss
00:21BrasileiroFlamengo vira sobre Atlético-M...
00:15BrasileiroChapecoense vence Fluminense, ...
00:06BrasileiroSão Paulo vence Inter e impede...
00:04aparteNa TV, candidatos ao governo do P...
00:03cartasLeitor reclama de condições de pra...
00:03agronegócioBrasil será pioneiro no uso d...
00:03obituárioLista de falecidos
00:02ponto de vistaAumento no IPTU: Prefeitur...
00:02bom diaAté que ponto, Marina Silva é rea...
00:01agendaFeira disponibiliza 150 cães e gat...